30 de julho de 2009

"Manto inconsútil nómada sobre castelo e bosques"

(Foto:
sintra, acerca de)

Manhãs de infância
Ter-te nas mãos em concha ó Serra

de Sintra verde pomba mansa de heras

manhãs de infância hibernadas

pitospóro a exalar primaveras

paralelas obsessivas derramadas

no tempo escorregadia voz e violino rosto à janela

manto inconsútil nómada sobre castelo e bosques

morrinha orvalho lágrima chorada

pelo coração do mar.

Maria Almira Medina, Sem moldura, 1996.

Sem comentários:

Enviar um comentário