27 de julho de 2009

A Quinta da Saibreira, retiro de Adães Bermudes.




A quinta onde viveu Adães Bermudes.
Arnaldo Redondo Adães Bermudes (1863-1947), a quem já me referi aqui, e que tem merecido a atenção do Rio das Maçãs, é, juntamente com Raul Lino, Rosendo Carvalheira e Norte Júnior, um dos arquitectos portugueses que mais e melhor obra deixaram em Sintra, avultando no portfólio sintrense de Bermudes os emblemáticos Paços do Concelho e a Cadeia Comarcã, entre outras realizações menos notadas.
Nesta Quinta da Saibreira, sua propriedade, passou o arquitecto os últimos anos de vida, nela vindo a falecer. Será de sua autoria o projecto da casa, que, apesar do seu estado de abandono, revela certa elegância dissonante do casario que a rodeia no largo baptizado com o nome do seu proprietário? Não sei se a exposição que findou no passado dia 20 sobre o centenário dos Paços do Concelho, que não consegui visitar, fazia menção desta casa, onde a CMS fez afixar uma lápide em 2005, talvez antecipando já a futura realização desta exposição.O estado em que toda a quinta se encontra não é digno de um imóvel suficientemente importante para que nele se afixe uma lápide.
É certo que não estamos em tempo de vacas gordas, mas, tratando-se de um imóvel de interesse municipal (que deve estar, presumo, classificado como tal), ademais numa zona do concelho onde falecem os atractivos patrimoniais, seria de ponderar a hipótese de se proceder à sua aquisição para nele instalar algum equipamento público, não necessariamente de carácter estritamente cultural, que não desmerecesse o nome do grande homem que ali viveu.
No mesmo largo onde se encontra a Quinta da Saibreira, entronca a Rua Francisco dos Santos, grande escultor e ilustre filho daquela pacata terra, em cuja casa, na referida rua, se encontra também uma lápide. Os destinos destes dois nomes não se cruzaram só em Paiões: Francisco dos Santos foi o autor da estátua do Marquês de Pombal, cujos trabalhos de arquitectura são da autoria de António do Couto e de... Adães Bermudes!
Uma boa ideia seria, talvez, projectar para a Quinta da Saibreira um equipamento que pudesse homenagear estes dois nomes que tanto honraram o nosso concelho.
Artigo de Carlos Enes sobre Francisco dos Santos aqui.

Lápide afixada na parede da quinta:
«Nesta casa viveu o ilustre arquitecto Arnaldo Redondo Adães Bermudes, 1863 - 1847, CMS 2005.»
Placa toponímica.
O restauro da Cadeia Comarcã segue a bom ritmo. Uma iniciativa da CMS que cumpre saudar.

1 comentário:

  1. Bom post, sobre a Quinta da Saibreira em Paiões.
    Pena o estado de abandono descrito. O mesmo acontece no Cacém com a propriedade de Ribeiro de Carvalho, outro nome importante da República e de Sintra.
    Um abraço

    ResponderEliminar