14 de agosto de 2009

E a Ericeira aqui tão perto

A Ericeira espreitada de Santa Eufémia

Pleno Agosto. Temperatura acima dos 30ºC em Lisboa. Três da tarde. Do muro das ribas mal se vê o areal quarenta metros abaixo. Em frente, ao fundo, assente no nevoeiro, a ponta da grua mais alta do pontão. A sereia da delegação marítima martela-nos intermitentemente os ouvidos. Lembra o que ainda se conta em Sintra sobre a "ronca" do Cabo da Roca, que se ouvia na Vila, do outro lado da serra, por noites de nevoeiro.
Não só pelo clima, Sintra e a Ericeira são terras irmãs, se bem que comparar a Ericeira ao Árctico, como fez Lobo Antunes com a Praia das Maçãs, seria talvez exagerado. A Ericeira dispensa a aspirina e só gasta metade do spray antiferrugem — a bomba da asma dos MG's e Triumphs da Praia das Maçãs.
No Público de quinta-feira, o MEC dizia que a vista do Sky Bar (Tivoli Lisboa) é tão bela que "permite servirem-nos acetona em vez de gin." Na Ericeira não é preciso desconfiar do gin. Cometeram-se erros, é verdade. Mas há o mar visto de cima, o ar iodado, a serra azulada a cortar o horizonte, o cabo a dizer adeus lá ao fundo... E há os jagozes, naturais da Ericeira ou adoptivos, que se desdobram em iniciativas para que a sua terra continue a merecer a preferência de quem a visita.
A Junta de Freguesia mantém um projecto de recolha de óleo alimentar e dinamiza uma rede de restaurantes com um menu de produtos locais — a preços perfeitamente acessíveis. Uma loja aluga segways para andar pela ciclovia e pelas várias artérias pedonais ou com trânsito condicionado. A livraria do Jogo da Bola, sempre aberta, é simultaneamente uma editora que publica títulos de história local. Os quiosques têm sempre jornais estrangeiros para quem não quiser aproveitar a zona wireless do parque de Santa Marta. E ainda agora, numa das muitas feiras de rua, catrapisquei numa banca de alfarrabista um Camilo que me faltava.
Vais perdoar-me, minha querida, minha muito adorada Praia das Maçãs, mas que bom seria se tivesses uma boa livraria (podia ser só no Verão, como o eléctrico) ou ao menos uma taça de morangos saloios para a sobremesa. E a Ericeira aí tão perto.

1 comentário:

  1. Ericeira é uma terra muito linda! Quem quiser pode ver o que se tem feito nesta bela terra visitando-a. Para terem uma ideia visitem este blogue:
    ericeiramais.blogspot.com
    e apreciem esta bela terra.
    ;)

    ResponderEliminar