10 de abril de 2010

A empregada e o Facel-Vega






Irresistível esta história contada por Daniel Sampaio acerca do primo José Bensaúde.

«Conhecido pelos seus dotes de conquistador em vários pontos do mundo, aparecia sempre na Praia das Maçãs a guiar o seu impressionante Facel-Vega, um carro francês de coleccionador que conduziu até aos noventa anos. Quando o médico não lhe renovou a licença de condução pela avançada idade e alguma perda de visão e ouvido, obrigou a contrafeita empregada doméstica a tirar a carta, motivo de mais piadas lá em nossa casa. Sorria e chamava-nos da "esquerda elitista, sempre a defender o proletariado mas a não dar oportunidades aos pobres." O tempo passou sem vermos o carro, até que o primo José apareceu triunfante nas Azenhas do Mar, com a empregada a conduzir o Facel-Vega: "Como podem ver, eu tinha razão: deu duzentas lições mas sabe guiar!"»

                                            Daniel Sampaio, A Razão dos Avós.

Facel Facellia de 1959 aqui.

Sem comentários:

Enviar um comentário